@ O Mundo somos nós
Eco Projetos

O Mundo somos Nós

Na escola aprendemos matemática, português, estudo do meio. História, ciências da natureza, inglês. E muitas outras disciplinas! Mas também aprendemos a partilhar, socializar, investigar. Trabalhamos todos os dias muitas competências que não fazem parte dos programas nacionais e metas curriculares e há cada vez mais famílias a dar valor a essas valências. De acordo com o Ministério da Educação, em 2018 foram 859 os alunos portugueses que frequentaram o Ensino Doméstico. São números que sobem de ano para ano e que se relacionam com vários fatores. Algumas crianças têm limitações de saúde que não lhes permitem ir à escola, mas outras veem como preferencial este tipo de ensino por melhor se ajustar às suas competências.

Em Vila Verde há um projeto chamado “O Mundo somos nós”, orientado para crianças que frequentam o Ensino Doméstico. Não é nem pretende ser uma escola, atenção. Mas é um local onde estas crianças podem realizar em conjunto diversas atividades de aprendizagem.

“O Mundo somos Nós” surgiu em 2013 sob a forma de um Festival e com um objetivo muito concreto: angariar fundos para a construção de um local que promovesse a educação integral. Um sítio onde a aprendizagem acontece com base na “liberdade, respeito e amor”. Não têm testes nem avaliações competitivas e cada criança é encarada como única, com potenciais e aspirações diferentes. Os pais são, por excelência, os educadores das crianças que encontram neste espaço um local para aprender diferentes matérias sem estarem confinadas a quatro paredes. Sempre que possível os grupos saem e visitam bibliotecas, museus, jardins, monumentos. Assistem a espetáculos, organizam passeios, fazem diferentes atividades físicas. O programa é variado e flexível e as crianças são agrupadas por interesses, independentemente das idades. O cuidado com o meio ambiente é uma das principais preocupações deste projeto que até se encontra a desenvolver uma horta ecológica. Desta forma os mais pequenos conseguem acompanhar o crescimento dos vegetais e hortícolas desde a terra até ao prato. A ementa destas crianças passa pelos ingredientes de origem vegetal: há apenas um dia por semana em que são utilizados ovos.

© O mundo somos Nós

O Festival que serviu para a angariação de fundos acabou por dar o nome ao projeto e em setembro de 2013 três famílias começaram a realizar atividades numa sala cedida pelo Tin.Bra, no Mercado Cultural do Canadá. Em maio de 2014, “O Mundo somos nós” começou a funcionar na antiga Escola Primária de Santa Lucrécia de Algeriz. Em setembro desse ano foi criada a associação sem fins lucrativos com o nome do projeto. O Festival continuou a acontecer todos os anos: em 2019 esteve inserido no GreenFest, que decorreu entre os dias 6 e 9 de junho no Mosteiro de Tibães, onde o projeto continua a realizar algumas das suas iniciativas. Neste momento o “O Mundo somos nós” assentou arraiais em Goães, Vila Verde, e espera lá ficar “por muitos anos”.

Inserido na Escola do Mundo, o projeto tem ainda um programa de aprendizagem individual denominado “Mundo Teens” e que é dirigido a jovens dos 14 aos 18 anos. O programa tem em conta estas idades desafiantes e tem como grande objetivo prevenir o desinteresse pela escola e pela aprendizagem.

Tudo isto pode parecer um pouco “estranho”, quase impossível de concretizar. Mas a verdade é que o Ensino Doméstico está contemplado na portaria 69/2019 do Diário da República. E todos estes alunos realizam a tradicional avaliação no final de cada ciclo: 4º, 6º e 9º ano. As inscrições para o próximo ano letivo já estão abertas e “O Mundo somos nós” tem muito mais para descobrir.

O Mundo somos nós
Goães, Vila Verde (Braga) – Portugal
info.omundosomosnos@gmail.com
965477360 / 962627150
http://omundosomosnos.org

Deixar comentário