artes-marciais-revista-minha
Treino

Artes marciais para crianças: sim ou não?

Para a revista Minha é um grande “sim”! Os benefícios são imensos e os riscos são pequenos, os mesmos que qualquer atividade desportiva. Quais são, então, as vantagens deste tipo de modalidades que tendem a preocupar alguns pais? Haverá motivos para receio?

Diminuição da agressividade

Pois é, precisamente o contrário daquilo que muitas vezes ouvimos! As crianças mais indisciplinadas ou irrequietas tendem a colher mais benefícios destas atividades, já que aprendem a controlar melhor as suas emoções através do treino.

Autodisciplina

Vicissitudes da era moderna: muitas crianças estão habituadas a ter o que querem, quando querem. As artes marciais vão ensinar-lhes a ter autocontrolo e paciência.

Incremento de atividade

Este argumento será válido para qualquer modalidade escolhida pela criança: o desporto ajuda-as a serem mais ativas e a saírem de casa. Há vida para além dos ecrãs!

Saber ouvir

Nos dias que correm apressadamente, quer para adultos, quer para crianças, torna-se fundamental a capacidade de escuta. Na aprendizagem de artes marciais, as crianças irão perceber o quanto isto é importante: se não ouvirem as explicações dos mestres e/ou instrutores, não serão capazes de executar corretamente os movimentos pedidos.

A falhar é que se aprende

Como tudo na vida, nem sempre o desporto correrá bem. Falhar uma sequência, um golpe ou um passo é a coisa mais natural do mundo. A criança irá aprender a naturalizar e encarar essas falhas, lição que transportará para os restantes âmbitos da sua vida. Com os erros aprende-se muito!

Respeito e bons valores

É bastante frequente, sobretudo com os mais pequenos, os treinos terem uma forte componente teórica em que são dados a conhecer às crianças determinados valores como o respeito e a entreajuda. A falta de bons valores como estes é, aliás, altamente condenável nestas artes, podendo até significar a expulsão de um aluno.

Maior confiança

Não só maior confiança, mas menos timidez. As artes marciais não são solitárias, obrigam a uma certa socialização. Com a progressão na modalidade, a criança também se sentirá com maior capacidade para ultrapassar outro tipo de obstáculos.

Maior concentração

Um dos segredos para qualquer modalidade desportiva é a concentração ou, se assim lhe quisermos chamar, o foco. A criança irá aprender que, para ser bem sucedida, tem mesmo de concentrar-se. Outra valiosa lição para a vida!

Melhor respiração

Em qualquer arte marcial, uma correta respiração é fulcral. A respiração é trabalhada desde cedo, mesmo com os “lutadores” mais pequeninos. Tendo em conta que o ser humano tende a piorar a sua respiração ao longo dos anos, as artes marciais talvez sejam uma boa forma de contornar esta tendência.

Riso e diversão

O seu filho não vai entrar num ambiente austero e rígido. Muito pelo contrário: os profissionais destas artes sabem que, para manter captado o interesse das crianças, todas as aulas também precisam de uma boa dose de riso e diversão. Há tempo para tudo, não se preocupe!

 

 

 

Deixar comentário