Editorial

Esperança é a palavra chave

É inevitável olhar para 2021 e não destacar, uma vez mais, a Covid-19. Mergulhados numa crise pandémica desde o início de 2020, olhamos para trás com alguma mágoa e com a sensação de incapacidade. Foi mais um ano desafiador, o “bicho” teima em abandonar-nos, mas não desistimos e a melhor forma de combater este inimigo é enfrentar a vida com confiança. A nossa vida move-se no tempo. O que temos hoje é o resultado do que fizemos no passado, mas é também a passagem em direção ao que vamos ter amanhã. Entrarei no novo ano como sempre o fiz ao longo de todos os outros. Esperança é a palavra-chave e vou encarar 2022 como o começo de um novo ciclo. Com uma atitude positiva e uma sensação de recomeço. Uma nova folha em branco onde posso escrever novos capítulos e novas histórias. Que 2022 renove as nossas expectativas e traga a realização de todos os nossos melhores desejos. A habitação é o tema central da primeira edição da Minha deste novo ano. A compra de uma casa é uma decisão importante na vida de todos nós e, na hora de tomar esta decisão surgem-nos, normalmente, várias dúvidas sobre como iniciar o processo. Sabe quais são os passos que deve dar? Conheça-os nesta edição! Não pode perder a entrevista com o vereador do pelouro da Habitação da Câmara de Braga, João Rodrigues, onde faz uma avaliação geral do sector da habitação em Braga. Este responsável assume que a revisão do PDM é essencial para se alcançar um aumento de terrenos para construção, de forma a responder à enorme procura que se verifica atualmente no concelho. Falamos também com Miguel Aguiar, um dos CEO do Grupo Business da imobiliária Zome que nos confidenciou o que podemos esperar do ano 2022 para o mercado imobiliário em Braga e por que motivos a cidade pode ser considerada um bom local para investir. A rubrica “Música” deste mês destaca o projeto “Sustain”, iniciado por Pedro Lopes e Ana Almeida. Ao som das palhetas do clarinete e do acordeão, com ou sem voz, ouvi-los tocar é uma sensação que nos transporta para uma dimensão superior. Conheça a história deste dueto que faz suster a respiração e voar por pensamentos e emoções. Entre lugares para conhecer, sugerimos o Monte de Santo Antão, na freguesia de Venade, não muito longe da vila de Caminha. «Um local com testemunhos ancestrais da ocupação pelo Homem. Um local onde não só se pode ver um oceano imenso, como também o belíssimo estuário do rio Minho». Merece uma visita e não se vai arrepender. As vistas são deslumbrantes… Temos, como é habitual, sugestões de livros, filmes, séries, espetáculos, restaurantes, bares, dicas financeiras, trilhos e exercícios físicos para entrar no novo ano em forma. Isto e muito mais, na sua primeira Minha de 2022…

Boas leituras e FELIZ ANO NOVO!

Deixar comentário